INSS 2018 – Tabela INSS

O INSS é uma das instituições brasileiras mais importantes para garantir a cidadania e a seguridade social do cidadão brasileiro. O Instituto Nacional de Seguridade Social é o órgão responsável pela arrecadação da contribuição trabalhista dos trabalhadores com carteira assinada, e pelo pagamento de benefícios sociais fundamentais para o cidadão, como a aposentadoria, por tempo de serviço, a aposentadoria por idade e o auxílio doença, para trabalhadores com alguma incapacidade física ou motora que perderam a capacidade de exercer suas atividades. O INSS 2018, porém vai implantar uma série de mudanças, para garantir que não haja fraudes no sistema previdenciário, além de alteração da tabela do INSS, tornando o sistema mais seguro, e evitando que o dinheiro das contribuições do trabalhador seja desperdiçado em gargalos de corrupção.

INSS 2018 - Veja o que mudou
INSS 2018 – Veja o que mudou

Também estão previstas, já para o próximo ano, mudanças na Tabela do INSS 2018, tanto na tabela de pagamentos do benefício, atualizando as datas para aposentados e pensionistas do Seguro Social, e também a tabela de contribuição do INSS.

Calendário INSS 2018

O calendário atualizado do INSS para o ano de 2018 já foi liberado pelo Ministério do Trabalho e Previdência Social (MTPS). A tabela de pagamentos divulgada, como em anos anteriores, está dividida em 2 partes: A primeira contém as datas de pagamentos dos aposentados, pensionistas e beneficiários do seguro social que recebam benefícios com valores até 1 salário mínimo. A segunda, para o saque dos benefícios de trabalhadores com valores superiores a 1 salário mínimo – nesta tabela, acumulam-se os pagamentos de benefícios de beneficiários com NIS terminando em 2 dígitos diferentes, por isso ela é menor.

nova-tabela-inss-2016-3

Tabela INSS 2018 para contribuições

Também foi anunciada a tabela de pagamento para empregado, empregado doméstico e trabalhador avulso, com as atualizações dos valores das alíquotas de contribuição para a Previdência Social.

Basicamente, existem 2 tabelas de contribuição: a para empregados, domésticos e trabalhadores avulsos, em que é pago um percentual sobre o salário de contribuição, e a tabela para o contribuinte individual e facultativo, em que o contribuinte paga um valor fixo para contribuição para ter direito a aposentadoria por tempo de contribuição e por idade.

Tabela do INSS 2017
Tabela do INSS 2018

Novas regras da Aposentadoria

A mudança mais polêmica nas regras da aposentadoria está focada na mudança da regra para aposentadoria por tempo de contribuição e por idade para o mínimo de 65 anos de idade. Essa regra tem revoltado a maioria da população brasileira, mas é uma medida necessária para o ajuste das contas e para tapar o rombo da Previdência Social brasileira.

A nova regra estabelece o mínimo de 65 anos de idade para qualquer trabalhador se aposentar – homem ou mulher, da iniciativa privada ou do serviço púbico, afinal, um dos objetivos do Governo Federal é unificar as regras para todas as classes de trabalhadores.

Quem não deve ser afetado pela nova regra

A nova regra não vai valer para trabalhadores com idade superior a 50 anos no ato de sua aprovação. Também não serão afetados pela reforma os policiais e bombeiros, que não terão idade mínima para se aposentar, entretanto, a regra valerá para os oficiais das forças armadas, que terão a carreira estendida até os 65 anos de idade.